Em 1º de junho, a obrigatoriedade entra em vigor para as empresas que exploram atividade agroeconômica. A partir de 3 de setembro, valerá para as microempresas e empresas de pequeno porte.

De acordo com as novas regras, será impresso um comprovante para o trabalhador para que o relógio de ponto seja inviolável. Segundo o Ministério da Trabalho, a regra está sendo adotada para evitar fraudes na marcação das horas trabalhadas.

FONTE: Notícias Agência Brasil – ABr

Veja Também

Impostos são os entraves mais relevantes para negó... A carga tributária direcionada para o consumo em vez de voltada para a renda e o patrimônio é uma das críticas da iniciativa privada em relação às nor...
‘Nada vem de graça, você tem de se dedicar, transp... Gerente geral para a América Latina da produtora de software de governança Axway, Marcelo Ramos ressalta a importância do esforço para o crescimento...
Imposto de renda 2018: Microempreendedor pode ter ... É obrigado a enviar a declaração o microempreendedor que faturou, com sua empresa, acima de R$ 28.559,70 em 2017. Limite de faturamento anual do MEI, ...
Simples Nacional: Receita normatiza parcelamento d... Será admitido até 2 reparcelamentos de débitos do Simples Nacional, constantes de parcelamento em curso ou que tenha sido rescindido,  podendo ser inc...
Trabalhar em uma empresa grande ou pequena? Grandes empresas possuem estruturas complexas, e navegar por essas estruturas, absorvendo seu comportamento e funcionalidades traz conhecimento do neg...
Mudança no ICMS Interestadual afeta emissões de no... Como era esperado, alterações referentes ao ICMS interestaduais, que estão valendo desde 1º de janeiro de 2016, vêm ocasionando muitas confusões par...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta