Empreendedores brasileiros mostram como driblar a turbulência econômica atual e ainda fortalecer os negócios

Não interessa qual é o perfil de negócio e nem o segmento de atuação, o momento de instabilidade econômica do país é fator de preocupação comum  aos empreendedores brasileiros.

O sentimento insegurança somado às quedas nas vendas e na procura dos clientes pelos produtos e serviços ofertados gera pessimismo. E a pressão para que sejam tomadas medidas capazes de reverter a situação também pode levar muitos gestores de negócios a um colapso financeiro – um abalo que pode não apenas afetar toda a estrutura da empresa, como também sua vida pessoal.

Mas como manter a calma e encontrar formas de sobreviver em meio a esse cenário? Veja as lições de dez empreendedores para superar a crise:

  1. Alexandre Lafer Frankel, CEO da Incorporadora e Construtora Vitacon: usar a criatividade, unir a equipe e buscar novas formas de negócio são ações que devem estar presentes no dia a dia do empreendedor. Foto: Divulgação
  2. Carlos Carnevali Jr, presidente da CYLK: em período crítico, o importante não é vender mais e sim vender melhor. Fazer mais com menos sempre foi prioridade na empresa, fazer mais que o concorrente em períodos de crise é como marcar dois gols com o mesmo chute. Foto: Divulgação
  3. Diego Perez, sócio-fundador da StartMeUp: para os empreendedores que desejam começar um novo negócio, há formas alternativas para buscar investimentos, sem necessariamente ter de recorrer a um empréstimo bancário. Foto: Divulgação
  4. Faisal Ismail, presidente da Ortoplan – Especialidades Odontológicas: organização é fundamental para se manter bem neste momento e até para conseguir crescer quando o cenário voltar a ser de prosperidade novamente. Foto: Divulgação
  5. Henrique Farinha, sócio-fundador e publisher da Editora Évora: se é comerciante, procure novos canais de venda e diferentes públicos. Caso sua empresa seja do setor de serviços, tente ofertar outras opções para o consumidor, faça parcerias e promoções atrativas. Seja ousado e criativo. Foto: Divulgação
  6. Hugo Ramos, diretor de negócios da Oobj: é preciso usar software em favor do negócio. Empreendedores dos mais diversos segmentos encaram os sistemas tecnológicos como custo extra e esquecem de avaliar a real economia de tempo e investimentos que podem representar a médio e até curto prazo. Foto: Divulgação
  7. Marco Capozzielli, Diretor Executivo BCF Plásticos: consolidar sua atuação no mercado e buscar expandir as fronteiras comerciais em diferentes países, participando, por exemplo, de feiras internacionais, é sempre um caminho produtivo. Foto: Divulgação
  8. Nickson Vilas Boas, Diretor de Operações da Petland: reveja custos, renegocie, corte gastos sem retorno financeiro e acompanhe de perto os resultados. Invista em treinamento e motive a equipe, ela precisa estar preparada para superar esta fase. Foto: Divulgação
  9. Renato Zacharias, Sócio-diretor da RB Serviços: em ano de crise, a ordem para sobreviver e avançar no mundo dos negócios é mapear gastos, aplicar recursos de forma devida e agir sempre dentro da legalidade. Foto: Divulgação
  10. Ricardo Radomysler, diretor presidente da Allied: apoiamos a inovação, a diferenciação e a experimentação. Com essa visão, desenvolvemos uma capacidade de adaptação a todos os cenários, por mais adversos que possam ser, de modo a estarmos sempre qualificados e prontos para entregarmos os resultados esperados. Foto: Divulgação

Via Brasil Econômico

Veja Também

O Que Pode Ser Considerado Como “Documentação Hábi... Trata de demonstrar quais os tipos de documentos podem ser considerados hábeis para a escrituração contábil e auxiliar todos os profissionais da área ...
Gestão ou Administração: qual é a diferença? Gestão não vem de Gerar ou Gestação. Administrar não é levar a termo nove meses um projeto, como muitos acreditam. Gestão vem de Gesto, Gesticulaç...
HORAS EXTRAS FOI O PRINCIPAL TEMA DAS AÇÕES TRABAL... A compensação de horas através de acordo individual trazida pela reforma flexibilizará a compensação de horas e como consequência diminuirá a incidên...
Por desconhecimento, quase metade dos empresários ... “A avaliação considerou a opinião de empresários do setor de serviços, indústria, comércio, finanças e outros segmentos. Destes, cerca de 200 empresas...
Metade dos empreendedores ainda não enviou declara... “A entrega em atraso sujeita o empreendedor a multa no montante de 2% do valor dos tributos declarados, sendo a multa mínima de R$ 50”, alerta o secre...
O que é necessário para contratar um trabalhador a... http://www.sebraesp.com.br/arquivos_site/biblioteca/guias_cartilhas/como_contratar_mpe

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta