ROI  é o Retorno Sobre o Investimento, é a maneira eficiente de medir o quanto a empresa obteve de lucratividade mediante aos investimentos realizados, sobretudo no marketing digital e também com relação a investimentos.

É importante que os empreendedores/gestores façam uma análise detalhada para saber se os investimentos estão dando o retorno desejado.

O ROI é um termo em inglês é uma forma simples de analisar o quanto um investimento rendeu de lucros ou de prejuízos. É uma métrica que permite melhores análises que podem ser determinantes para traçar ações futuras.

Como calcular o ROI corretamente?

A fórmula do ROI é simples:

ROI = ( Ganho obtido – Investimento) / Investimento

Exemplo:

Se você ganhou R$ 5000,00 em uma campanha ou investimento e seu aporte inicial foi de R$ 1000,00, a conta deve ser feita dessa maneira:

5000 – 1000 /1000 = 4

Isso significa que o seu Retorno Sobre o Investimento foi quatro vezes sobre o valor aplicado.

Se você quer saber o quanto em porcentagem, multiplica-se o valor por 100, que será de 400%.

Obviamente que nem todos os resultados serão positivos, por isso, é importante que todos os custos envolvidos nesse investimento estejam presentes no cálculo. Dessa forma, o empreendedor/investidor não terá uma falsa ilusão de lucratividade.

Via de regra, um retorno positivo acima de 24% é considerado que os lucros superaram os custos. Contudo, quando esse ROI confere um resultado negativo, mesmo que em pequena escala é visto como perda líquida.

Como calcular o ROI até parece fácil, todavia, não é, principalmente quando não se conhece todos os custos que envolvem a operação e muito menos quais ganhos devem entrar no cálculo.

Portanto, a análise de ROI pode ser uma métrica difícil de ser analisada em determinados retornos específicos como aumento de lucros,  alguns investimentos, produção de determinados produtos e etc.

Embora o ROI seja uma métrica importante, nem todos os cenários podem ser avaliados somente com esse cálculo. 

Onde o ROI pode ser utilizado?

A métrica pode ser usada nas seguintes situações:

  • Situações simples de investimento, onde há informações de ( investimento e retorno) como aplicação de título de renda fixa;
  • Campanha de marketing digital;
  • Negócios mais complexos que possuam entradas e saídas durante o investimento – exemplo: ( abertura de empresa, ampliações de setores, etc.);
  • Analisar viabilidade de ações vistas como investimentos;

ROI nunca deve ser usado para comparações de investimentos em épocas ou em situações diferentes.

Alguns investidores usam o cálculo do ROI em ativos de renda simplificados, fundos e CDBs, nesse caso, os valores resgatados e aplicados são considerados.

Quando se trata de ações, para calcular o ROI é necessário incluir o valor aplicado como custo e sempre adicionar outras despesas como taxas, corretagem e etc. Posteriormente, é necessário incluir o que foi recebido como: valorização das ações, dividendos, juros sobre capital próprio e bônus.

Via de regra, o cálculo do ROI nem sempre consegue mostrar se um investimento vale ou não a pena. Isso significa que ele não prevê riscos, mas apenas mostra o retorno sobre determinada situação.

Para a tomada de decisões, o empreendedor também precisa utilizar outros indicadores financeiros, uma vez que o ROI anterior pode não se repetir no momento presente.

Fonte: contabilidadenatv Por Fabio Favari

Veja Também

NOVO REFIS PODE SER APROVADO ATÉ O FIM DE MAIO Governo e Senado analisam a criação de um novo refis, programa que permite renegociar dívidas de empresas. O Governo e o Senado avaliam que a cria...
10 direitos que os consumidores não conhecem 1. O nome do consumidor deve ser limpo até 5 dias após pagamento da dívidaSegundo decisão da 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou...
Os 12 principais erros no Imposto de Renda que mai... É importante fazer a declaração com calma e sem erros para evitar penalidades, que podem representar um grande prejuízo ao contribuinte A temporada...
Reduzir IRPJ e tributar dividendos: uma equação im... O ministro Paulo Guedes tem deixado a cristalina a mensagem de que vai propor a redução da alíquota do Imposto de Renda – Pessoa Jurídica de 34% para...
Cálculo do Diferencial de Alíquota: o que é e como... Dentre as obrigações tributárias de uma empresa — seja ela pequena, média ou grande — está o ICMS, que é cobrado de maneira individual por cada estado...
Nova lei trabalhista mal entrou em vigor e já mudo... A reforma trabalhista está valendo há cerca de 3 semanas, desde o dia 11, mas já passa por novas mudanças. O governo alterou alguns pontos por meio de...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta