E a lâmpada, se não fosse Thomas Edison com suas tentativas e erros – e não foram poucos, mais de 1.400 tentativas até acertar para chegar na lâmpada elétrica. Durante sua vida, Edison teve mais de 1.093 patentes registradas.

Como faríamos para percorrer grandes distâncias se Santos Dumont não tivesse o “estalo” de inventar o avião, que é considerado hoje um dos meios de transporte mais rápidos e seguros?

Estes exemplos são só para deixar bem claro a importância do ímpeto do empreendedor. Trata-se de alguém que enxerga à frente. Onde ninguém vê nada, ele visualiza um horizonte de oportunidades, brechas, um novo negócio ou serviço, uma maneira diferente de conquistar o cliente.

A IMPORTÂNCIA DA VISÃO

O empreendedor lidera mudanças, assume responsabilidades e inova. Claro que com os pés no chão, mas se for necessário para concretizar seu sonho e ter sucesso pular do alto de um prédio numa piscina localizada no térreo, com certeza ele pula.

Mas não sem antes verificar se ela está cheia de água, a profundidade da piscina, suas dimensões, condições de segurança, velocidade do vento, roupa e equipamentos adequados para o salto. Existe o risco, é claro, mas é um risco calculado.

E não existem apenas empreendedores com negócio próprio. Há também os que trabalham como colaboradores em empresas, contribuindo com idéias para o crescimento, para novos projetos, identificando necessidades e desejos que muitas vezes o cliente desconhece, mas no momento que são colocadas em ação se tornam um grande sucesso de vendas ou de economia de recursos.

O empreendedor ao criar um produto, serviço ou processo, tem muito mais vantagens do que desvantagens, passa na frente da concorrência, aprende, conquista primeiramente o mercado.

Se der certo, ótimo, se der errado, está muito mais propenso a dar certo da próxima vez, pois adquiriu know-how, conheceu melhor o seu público-alvo, a demanda e por conseqüência quanto terá que ofertar.

Enfim, está muito melhor preparado e pronto para colher resultados positivos e expressivos de sua idéia.

O MELHOR CAMINHO

Nas épocas de crise faça como poucos, crie, faça do seu negócio um atrativo, com diferenciais que chamem a atenção do seu cliente. Seja criativo, use a imaginação, inove. Só assim você poderá obter bons resultados, aparecer, dar as caras ao mercado e ser conhecido.

As empresas que se sobressaem sobre as outras são aquelas que não vivem na mesmice, na rotina, do fazer igual todos os dias, e sim, aquelas empreendedoras, que tomam a iniciativa, saem na frente, dando o primeiro passo para conquistar a sua fatia de mercado.

Planeje, pesquise, tome ações embasadas no conhecimento adquirido, aja com responsabilidade, empatia, transparência, atitude, flexibilidade. Enfim, arrisque, empreenda, faça sua empresa ser um sucesso!

FONTE: Valor Econômico – Lucy Kellaway

 

 

 

Veja Também

Veja três dicas para potencializar a liderança e a... Especialista ressalta a importância de levar em consideração as diferenças de seus funcionários na hora de trabalhar a motivação e a liderança do grup...
O desafio do eSocial para organizações contábeis... Os objetivos do eSocial são viabilizar a garantia dos direitos trabalhistas e previdenciários, simplificar o cumprimento das obrigações e aprimorar a ...
Credibilidade se conquista com contabilidade O mundo tal como conhecemos está completamente baseado nos sistemas político e financeiro que desenvolvemos ao longo de séculos. Nos últimos anos, tem...
Estabelecidos Procedimentos para ICMS nas Vendas a... O Convênio ICMS 93/2015dispõe sobre os procedimentos a serem observados nas operações e prestações que destinem bens e serviços a consumidor final não...
Empresas estimulam hábitos saudáveis de seus execu... No combate ao sedentarismo, empresas estimulam a prática de atividade física no alto escalão, inclusive com remuneração variável As grandes companh...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *