As micro e pequenas empresas e os microempreendedores individuais que renegociaram, em junho, as dívidas com o Simples Nacional (regime especial de tributação) têm até quarta-feira (31) para quitar a entrada de 5% do débito. O pagamento é necessário para que os contribuintes possam parcelar o restante da dívida com desconto na multa e nos juros.

Para as empresas que aderiram à negociação em julho, o prazo para quitar a entrada acaba em 30 de novembro. A Receita Federal esclareceu que não prorrogará as datas sob nenhuma hipótese. Quem não pagar integralmente os 5% da dívida será excluído do parcelamento e perderá os benefícios. O contribuinte perderá o direito de emitir a Certidão Negativa de Débitos e, se não regularizar a situação, será excluído do Simples Nacional.

O Programa Especial de Regularização Tributária do Simples Nacional (Pert-SN) e o Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes do Simples Nacional (Pert-MEI) oferecem desconto de 90% dos juros de mora, 70 % das multas de mora, de ofício ou isoladas e 100% dos encargos legais, inclusive honorários advocatícios, para os contribuintes que liquidaram o débito integralmente, em parcela única.

Quem parcelar a dívida em até 145 meses (12 anos e um mês) terá redução de 80% dos juros de mora, 50% das multas e 100% dos encargos legais. O contribuinte que optar pelo parcelamento em até 175 meses (14 anos e sete meses) receberá desconto de 50% dos juros de mora, 25% das multas e 100% dos encargos legais.

Fonte: Spednews

Veja Também

18 previsões para 2014 Em 2014, as eleições e a Copa certamente vão influenciar a maneira como serão feitos negócios --para o mal e para o bem. Seja trazendo dúvidas ao inve...
Veja oito etapas para preencher o Imposto de Renda Especialista destacam etapas importantes para elaboração do Imposto de Renda 2015 A partir da próxima semana, os contribuintes poderão entregar sua...
Código CEST Deverá Ser Informado na Nota a Partir ... Através do Convênio ICMS 92/2015 foi criado a obrigatoriedade de informar, na nota fiscal, a partir de 01.01.2016, o Código Especificador da Substitui...
4 formas de se preparar para futuras épocas de vac... Todo empreendedor passa por diversos altos e baixos durante sua jornada empresarial. Um dos principais é ter épocas de vacas magras, não só porque é a...
‘Jeitinho’ para não pagar impostos est... ''A época em que as pessoas davam um 'jeitinho' para não pagar impostos acabou. Hoje os fiscos Federal, Estadual e Municipal têm uma radiografia compl...
POR MAIORIA, STF DECLARA CONSTITUCIONAL A TERCEIRI... Por 7 votos a 4, o Plenário do Supremo Tribunal Federal declarou constitucional a terceirização de serviços na atividade-meio e na atividade-fim d...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta