Segundo o secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Da Nova, etapa da linha de crédito especial para micro e pequenas empresas terá juros mais altos e menor garantia do governo.

O governo vai lançar a terceira fase do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), com mudanças em relação às duas primeiras etapas.

A informação é foi dada nesta terça-feira (21) pelo secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Da Costa, em live com entidades representativas das micro e pequenas empresas.

A taxa de alavancagem dessa nova etapa será de quatro vezes e a perda a ser coberta pelo governo será de 25%, em vez dos 85% da carteira atuais. A taxa de juros será mais elevada que a atual (Selic mais 1,25% ao ano), mas não ultrapassará um dígito, disse.

 subsecretária de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas, Empreendedorismo e Artesanato, Antonia Tallarida, disse que a cobertura de 25% será suficiente para dar segurança aos bancos porque o maior nível da taxa de inadimplência das micro e pequenas empresas, registrado em 2017, foi de 21%.

“O Pronampe será um programa permanente”, disse Da Costa. O governo prepara também um Sistema Nacional de Garantias, para dar apoio às operações de crédito.

Segundo Antonia, o projeto está sendo construído pelas secretarias de Produtividade, Emprego e Competitividade, de Política Econômica e o Banco Central. O projeto tem apoio da Corporación Andina de Fomento (CAF) e um decreto regulamentador deverá ser publicado até o fim do ano.

O secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Da Costa, diz que a intenção do governo é tornar o Pronampe em programa permanente

Fonte: G1.globo.com Por Valor Online

Veja Também

Dúvidas persistentes do imposto na nota Empresas têm poucos dias para se adequar à nova exigência, mas ainda há importantes pontos a esclarecer Já no início de junho, após um ano de adiam...
Emissor da NF-e será oferecido gratuitamente pelo ... Uma parceria entre a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz-SP) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em São Paulo...
Consulta de contas inativas do FGTS pode ser feita... Aplicativo mostra saldo e depósitos realizados na conta do trabalhador; cronograma de saque será divulgado em fevereiro pela Caixa No próximo mês d...
4 pontos que devem ser checados antes de comprar u... A intenção deste artigo não é esgotar os pontos a serem examinados, até porque isto dependerá do tipo de empresa a ser adquirida. Por isso, quanto às ...
Delegar tarefas é diferente de transferir responsa... Aprender a abrir mão de determinadas atividades e distribuir responsabilidades ainda é um desafio para os gestores RIO — Saber delegar tarefas é uma ...
4 dicas para os empreendedores administrarem suas ... Está perdido com suas finanças? Temos algumas dicas para você não ser engolido por elas Embora hajam uma série de fatores que podem determinar o su...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta