Poderão ser parcelados no Programa PERT-SN os débitos vencidos até a competência do mês de novembro de 2017 e apurados na forma do regime especial do Simples Nacional, aplicando-se aos créditos constituídos ou não, com exigibilidade suspensa ou não, parcelados ou não e inscritos ou não em dívida ativa do respectivo ente federativo, mesmo em fase de execução fiscal já ajuizada.

Débitos com Exigibilidade Suspensa

O parcelamento de débitos com exigibilidade suspensa pode ser feito sob as condições estabelecidas, desde que o sujeito passivo desista, previamente, de forma expressa e irrevogável, da impugnação ou do recurso administrativo ou da ação judicial proposta e, cumulativamente, renuncie a quaisquer alegações de direito sobre as quais se fundam os processos administrativos e as ações judiciais.

Nota: é vedada a concessão do Pert-SN aos sujeitos passivos com falência decretada.

Fonte: SpedNews

Veja Também

Prevenção necessária – Mais um Golpe –... REPASSANDO.MUITA ATENÇÃO! MUITO CUIDADO!Avise todos os seus amigos, também!Este  é envelope que deve receber  o  conteúdo está abaixo NÃO  acesse este...
Atenção – Alteração nos prazos da escrituraç... Ajuste SINIEF nº 25, de 09.12.2016 – DOU de 15.12.2016 Altera o Ajuste SINIEF 02/2009, que dispõe sobre a Escrituração Fiscal Digital – EFD. O C...
Simples Nacional. Débito Fiscal. Parcelamento Consolidação dos débitos de Simples Nacional parcelados na RFB A Secretaria-Executiva do Comitê Gestor do Simples Nacional informa que os débitos...
eSocial vai dar mais trabalho para as empresas até... A implantação do eSocial vai duplicar as obrigações acessórias (trâmites burocráticos) para as empresas. Isso vai acontecer no período de transição pa...
Teto do Simples decepciona Empresas que faturam entre R$ 2,4 milhões e R$ 3,6 milhões, por exemplo, que poderiam integrar o SuperSimples, vão continuar no regime geral de tribut...
Prazo para adesão ao “Refis da Crise” ... Novo parcelamento de dívidas poderá ser feito até 29 de agosto Com a Lei nº 12.996, de 18 de junho de 2014, foi reaberto o prazo de adesão ao chama...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta