Um dos grandes problemas da categoria MEI é a inadimplência.

MEI, assim como qualquer outra categoria do universo do empreendedorismo, deve seguir algumas regras básicas para continuar exercendo suas atividades profissionais dentro da lei. O caracteriza o MEI, enquanto pessoa jurídica e, por isso, apta a emitir notas fiscais, é o número do CNPJ, que é comparado ao CPF da pessoa física.

Muitas vezes, o número de CNPJ do MEI torna-se inativo ou é cancelado devido a descuidos e desinformação, mas vamos apresentar, agora, duas situações de risco para que você evite qualquer dor de cabeça futura.

Além disso, vale lembrar que possuir um auxílio contábil ao longo do processo faz toda a diferença.

Boletos DAS em atraso

Um dos grandes problemas da categoria MEI é a inadimplência. Muitos microempreendedores individuais deixam de pagar, mensalmente, seus boletos DAS e, com o acúmulo de dívidas, a tendência é que seu número de CNPJ seja inativado ou cancelado.

Os MEIs alvos dessa suspensão foram aqueles que não pagaram nenhuma guia mensal (DAS) referente aos períodos de apuração de 2015, 2016 e 2017 ou não entregaram nenhuma declaração anual (DASN-SIMEI) referentes aos anos de 2015 e 2016.

Somente terão suas inscrições canceladas os MEI que não tiverem pagado nenhuma contribuição mensal durante dois anos e, também, não tenham entregado nenhuma declaração anual no mesmo período. Assim, é possível suspender o cancelamento pagando apenas as parcelas condizentes com seus recursos disponíveis no momento. É possível ainda realizar um parcelamento de débitos do MEI, acesse a página do portal Sebrae e confira o passo a passo.

Fonte: SpedNews

Veja Também

Empresas gastam mais com o Sped Na percepção das empresas, houve o aumento nas horas de trabalho de seus profissionais envolvidos com questões legais e tributárias, além da necessida...
Simples Nacional: Alterada regra sobre parcelament... Solicitado até 31.10.2014, fazer a consolidação da dívida considerando-se todos os débitos até a data definida pela RFB; A Resolução CGSN nº 116/20...
Como renegociar suas dívidas A inadimplência cresce no Brasil, mas a boa notícia é que dá para sair do sufoco sem comprometer suas finanças pessoais Dados do Boa Vista SCPC (Se...
Para trabalhar em casa Com a crise, cresce a procura por franquias que permitem ao investidor dar expediente na própria residência. Conheça as vantagens, os riscos e algumas...
Fisco terá acesso a dados em mais de 90 países Um acordo internacional assinado pelo Brasil permitirá à Receita Federal acessar automaticamente dados financeiros de pessoas físicas e jurídicas em m...
IOF mais caro Alta do IOF faz dobrar o custo sobre as operações de crédito O governo publicou nesta quarta-feira (21/01/2015) o Decreto 8.392/2015 que aumenta o ...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta