Parece impossível, mas não é.

Há dois anos atrás, escrevi um artigo que mostra como as pessoas estão resolvendo estas questões: Estão voltando a uma espécie de feudalismo. Leia aqui.

Cada vez mais procuramos informações precisas, verdadeiras, de fontes confiáveis. Isto nos faz estarmos sempre próximos das mesmas fontes de informação. Temos bilhões de páginas para acessar, mas vamos sempre nas mesmas para ler o jornal, notícias, pesquisar sobre a vida alheia ou conversar com os amigos.

Fazemos isto por comodismo, mas também por confiança na informação. Se um site destes de notícias publicar uma notícia falsa, daqui a pouco estamos dizendo que esta notícia falsa é verdadeira. Foi o que aconteceu com o calaabocagalvao, hashtag utilizada na copa de 2010 que gerou uma notícia falsa de um pássaro chamado Galvão que estaria em extinção. Esta notícia foi dada como verdadeira, pois circulou pela internet e estava nos trending topics do twitter. Leia aqui.

Em bom português: Se muita gente mentir junta na internet, a mentira pode ser verdadeira.

Agora, como fazer para gerenciar tanta informação?

Utilizando o bom senso, não acreditando em tudo que se lê, e principalmente, raciocinando aquilo que está sendo lido. Até provar que fucinho de porco é tomada, primeiro acredite na tomada e não ponha a mão ali.

Também é fundamental gerenciar tempo. Muitas pessoas passam horas e horas fazendo pesquisas pela internet, porque não conseguem achar aquilo que estão procurando. São muitas páginas, muita informação para ser analisada e processada.

O que fazer?

Mais ou menos como nos feudos: Buscar fontes confiáveis e pesquisar primeiro nelas. Criticar a informação que é lida pelo teu senso crítico e verdade interna e depois, se passar por todos estes crivos, divulgar ou utilizar a informação. Sair publicando algo somente porque achou bonitinho, não dá credibilidade.

O mesmo vale para assuntos polêmicos. Cuidado com o que é dito. A sua marca está em jogo.

Gerenciar informação é o grande desafio da atualidade. Seja para filtrar o que se está procurando, seja para publicar algo.

Pense nisto antes de publicar ou absorver algo como verdade.

Fonte: Administradores.com.br

17/05/2011

Veja Também

Contabilidade criativa: debate conclui que governo... O governo federal usa manobras contábeis – que vem se convencionando chamar de “contabilidade criativa” – para esconder a expansão da despesa pública,...
Empresas de serviços devem preparar adesão ao Simp... Desde o ano passado, o Simples Nacional foi ampliado para empresas de serviços e outros ramos, possibilitando a inclusão de 142 atividades no regime q...
Novas regras para inscrição no programa MEI (Notí... De acordo com o Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN), o próprio sistema eletrônico de registro solicita a informação do número do recibo da declar...
Teste de gravidez com ciência da empregada em exam... Na Justiça do Trabalho, a obrigação de indenizar exige a prática de ato ilícito atribuído ao empregador ou alguém a seu mando, que resulte em prejuízo...
Governo anuncia acordo que amplia limites do Simpl... O projeto ajusta de R$ 36 mil para R$ 60 mil o teto da receita bruta anual doempreendedor individual. Para a microempresa, de R$ 240 mil para R$ 360 m...
Microempreendedor tem alternativas na hora de decl... O microempreendedor individual (MEI) se enquadra nas mesmas regras de qualquer pessoa física para declarar Imposto de Renda, mas separando receita e d...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta