Com o fim do ano chegando, é comum ter a sensação de que os últimos 12 meses não foram suficientes para cumprir todas as tarefas propostas, e que não foi possível realizar todas as demandas do dia em apenas 24 horas.

Ser mais produtivo não é sinônimo de aumento de horas de trabalho, mas sim, saber conciliar melhor o tempo disponível para realizar as tarefas profissionais e ainda ter tempo de dedicar-se ao lazer, sem ter aquela sensação de sobrecarga.

“Alguns passos simples podem ajudar a aumentar a concentração e foco e, consequentemente, a produtividade”, diz a professora do curso de Administração da Cesuca, Faculdade Inedi, Juliana Saboia. Confira algumas dicas:

1. Tenha clareza sobre o que você precisa fazer e organize suas demandas

Ser produtivo só é possível se tivermos disciplina. Por isso, é importante organizar as demandas dentro da sua rotina. Coloque no papel ou use aplicativos para anotar tudo aquilo que precisa ser feito, elencando as prioridades.

2. Determine prazos e prioridades

A professora destaca que é muito importante saber dimensionar o seu tempo e evitar entregas muito antes do prazo estipulado para garantir a qualidade de vida, que precisa existir na produtividade. “Se entregamos tudo muito rápido, podemos gerar um problema para nós mesmos dentro das empresas. Quando fazemos uma entrega rápida, vai vir na sequência uma cobrança por uma entrega mais rápida ainda, por isso é importante saber administrar o seu tempo e seus prazos”, conta.

3. Delegue

Segundo Juliana, “a produtividade também vem do hábito de delegar”. É muito importante saber separar aquilo que você vai conseguir fazer do que não vai e aprender a passar adiante a responsabilidade da entrega da tarefa.

4. Simplifique

Ter excesso de opções à sua disposição torna a tomada de decisão mais difícil e demorada, o que, consequentemente, diminui a produtividade. Por isso, simplifique sua tarefa ao máximo. “Pensar demais, no final, não traz resultados, apenas acaba confundindo a mente e nos faz procrastinar sobre um problema que pode facilmente ser resolvido se diminuirmos nossas opções”, conta a professora.

5. Aposte na tecnologia

Há diversos aplicativos que podem auxiliar na organização pessoal e, consequentemente, na produtividade. No entanto, é preciso tomar cuidado, pois eles podem não funcionar para todos, como conta a professora. “Se os aplicativos geram ansiedade e você se vê na obrigação de preenchê-los constantemente, talvez eles não sejam a melhor opção para você”. Nesse caso, agendas são uma boa opção para se planejar.

6. Desconecte-se

Apesar de poder ser uma grande aliada da organização e, por conseguinte, da produtividade, a tecnologia nos tira o foco e diminui a nossa concentração. A dica aqui, de acordo com a professora, é deixar o celular desligado ou mesmo em outro cômodo, quando possível, para evitar distrações com notificações, toques e avisos.

Aproveite o início do ano para testar algumas dessas dicas e aumentar a sua produtividade com muita qualidade de vida

Fonte: Administradores.com.br

Veja Também

SOLUÇÃO DE CONSULTA: COLOCAÇÃO DE NOVA EMBALAGEM C... DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 2.015, DE 26 DE SETEMBRO DE 2016 ASSUNTO: Imposto sobre Produtos Industrializados – IPI EMENTA:INDUS...
Empresas do Simples podem parcelar dívida O parcelamento foi aprovado pelo Congresso Nacional este ano junto com a ampliação das faixas de faturamento para enquadramento de micro e pequenas em...
Liderança e remuneração não estão entre determinan... Por outro lado, ter desafios, possuir excelente integração com a equipe, ser reconhecido e respeitado, além de ter perspectiva de crescimento e desenv...
As 8 atitudes financeiras que todos devemos tomar 1. Não deixe de poupar um mês sequer Não existe mágica. O seu patrimônio será formado por um cálculo bem simples: (+) Suas Receitas (-) Suas De...
Adoção de normas internacionais de contabilidade n... O estudo avalia a mudança no grau de relação entre as normas contábeis e fiscais antes e depois da publicação da lei, que visa à convergência entre o ...
Imposto de Renda 2018: tendências de fiscalização ... A Receita Federal do Brasil certamente superou seus objetivos fiscalizatórios no ano de 2017. Apesar de a autarquia não ter atingido os valores estima...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta