A Lei nº 13.257/2016 altera o artigo 473 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, que passa a vigorar acrescido dos seguintes incisos X e XI:
“Art. 473. …………………………………………………………………………………………………………………………………….

X – até 2 (dois) dias para acompanhar consultas médicas e exames complementares durante o período de gravidez de sua esposa ou companheira;

XI – por 1 (um) dia por ano para acompanhar filho de até 6 (seis) anos em consulta médica.”

Assim, o empregado poderá deixar de comparecer ao serviço sem prejuízo do salário:

– até 02 (dois) dias para acompanhar consultas médicas e exames complementares durante o período de gravidez de sua esposa ou companheira;

– por 01 (um) dia por ano para acompanhar filho de até 06 (seis) anos em consulta médica.

A Lei nº 13.257, de 08/03/2016 foi publicada no DOU em 09/03/2016.

Fonte: LegisWeb

Veja Também

A pedra no caminho do planejamento tributário Medida Provisória exige que as empresas demonstrem os meios que levaram a reduções no pagamento de impostos O governo federal publicou recentemente a...
Comissão aprova a universalização do Supersimples... Para o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto, este foi um passo significativo para o fortalecimento das micro e pequenas empresas brasileiras. ...
Nove dicas para promover pequenos negócios com a a... A mídias sociais oferecem a todo negócio a oportunidade de fortalecer as relações com o público alvo e criar clientes leais. Essa não é uma tarefa fác...
Sucessão Empresarial – Responsabilidade por débito... O artigo 448 da CLT determina: "a mudança na propriedade ou na estrutura jurídica da empresa não afetará os contratos de trabalho dos respectivos empr...
Fisco terá acesso a dados em mais de 90 países Um acordo internacional assinado pelo Brasil permitirá à Receita Federal acessar automaticamente dados financeiros de pessoas físicas e jurídicas em m...
Impostos contra o País Com um dos mais pesados, complicados e irracionais sistemas de tributação do mundo, as empresas brasileiras gastam em média 2.600 horas, a cada ano, s...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta