As oportunidades são muitas, mas antes de largar tudo e abrir o negócio próprio é necessário prestar atenção em alguns detalhes, que vão fazer a diferença nesta transição. Pensando nisso, separei algumas dicas para você que deseja ser o EMPREENDEDOR 2012:

Qual é a melhor oportunidade, já que existem muitas? Para onde devo ir? Alguns empreendedores acreditam que, investir pouco e em vários segmentos, a probabilidade de se ter sucesso é maior. Lembro que, nenhuma receita é exata no mercado, ainda mais no mercado midiático e em evolução que estamos. Ou seja, o que deu muito certo em um mercado, pode não dar em outro. Tenha foco, invista em pesquisas de mercado. Elas te nortearão para onde deve ir, mas somente entendendo a fundo o seu consumidor é que você entenderá como ir e de que forma. Faça algo que você ame muito, que tenha essa paixão e curiosidade para sempre se aperfeiçoar, e se possível, algo que você já possua experiência.

Seja inovador. Busque a inovação em seu negócio em todos os sentidos: Seja no próprio modelo de negócio, seja a inovação nos seus processos, inovação no atendimento, inovação na entrega, enfim, inove! Esteja aberto para a inovação não somente na abertura de seu negócio, mas sempre!

Não esbanje. Cuidado dobrado nos primeiros anos de sua empresa! Não esbanje dinheiro, enxugue as despesas que não são necessárias, contrate somente pessoal necessário. Verifique e controle pessoalmente seu fluxo de caixa e analise cada entrada e saída. Tenha em sua mente que, gerir o fluxo de caixa é uma questão de gestão necessária e básica para qualquer empreendedor. É a sua sobrevivência, portanto, que seja da forma mais eficaz possível.

Entenda o seu consumidor. É realmente de sua empresa/produtos/serviços que ele precisa? Tenha claro o que você vai fazer, e a forma que você vai fazer. Tenha em mente a resposta. Tenha na ponta da língua quem são seus concorrentes e o seu diferencial. Cuidado! Preço não é diferencial de mercado. Preço é uma forma de competição, mas não diferencial. Se você não tem claramente a resposta da pergunta acima, volte alguns passos e reveja seu negócio.

Prepare-se para desafios diários. Ser empreendedor não é ser empregado, e não pense que você vai trabalhar apenas 8 horas diárias. Portanto, prepare-se para trabalhar muito, pensar em sua empresa diariamente, respirar trabalho!

Mas não se esqueça que, o principal combustível de um empreendedor é a inspiração.Acredite fielmente em si e no que pode fazer para o mercado e a sociedade. Inspire-se, entusiasme-se, vá em frente e Feliz 2012!

Fonte: Administradores.com.br

Veja Também

Jornada de Trabalho – Cômputo das Horas – Exemplo... A legislação trabalhista estabelece, salvo os casos especiais, que a jornada normal de trabalho é de 8 (oito) horas diárias e de 44 (quarenta e quatro...
Trabalhador admitido e demitido 50 vezes obtém uni... O empregado ajuizou reclamação trabalhista na Vara do Trabalho de Mogi Guaçu (SP) pleiteando o reconhecimento de um único contrato de trabalho no perí...
Seguro desemprego: novas regras a partir de 1º/03/... A Medida Provisória nº 665, de 30/12/2014 altera a Lei nº 7.998/1990, estabelecendo novas regras para a manutenção e concessão do seguro desemprego, a...
Contabilidade Comercial ou Livro Caixa? A Contabilidade Comercial é um instrumento que fornece o máximo de informações contábeis vitais para a tomada de decisões da empresa, através desta co...
SESCON-SP alerta para golpe do boleto falso Uma reportagem do jornal Folha de São Paulo, veiculada nesta segunda-feira, 21 de outubro, cita pelo menos duas dessas entidades estelionatárias: A AC...
Sócio administrador nem sempre responde por passiv... Justiça entende que casos de sócios que não exercem a gerencia da empresa podem ser isentos de penalidade Foi-se o tempo em que os empresários pouc...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *