De acordo com a nova lei, os empregadores deverão comunicar mensalmente aos empregados, por meio de documento a ser definido em regulamento, os valores recolhidos ao INSS sobre o total da remuneração. Os empregadores também deverão enviar aos segurados extratos relativos ao recolhimento sempre que solicitado.

Até agora, trabalhadores que têm conta no Banco do Brasil ou na Caixa Econômica Federal podiam solicitar o extrato diretamente ao banco. Os que não são correntistas dessas instituições também tinham acesso à informação, mas a requisição do saldo deveria ser feita por meio do INSS ou de sindicato.

“A medida é para evitar que o trabalhador constate, quando for demitido, que a empresa não efetuou o pagamento”, informou o secretário de Políticas de Previdência Social do Ministério da Previdência Social (MPS), Leonardo Rolim. Segundo ele, a informação que consta no contracheque dos trabalhadores não é garantia de que o depósito previdenciário foi feito.

Veja Também

Prazo do ‘Refis da Crise’ termina em 3... O evento, que teve como objetivo orientar e tirar dúvidas sobre a consolidação, reuniu cerca de 100 profissionais da contabilidade e empresários de vá...
SOLUÇÃO DE CONSULTA: COLOCAÇÃO DE NOVA EMBALAGEM C... DIVISÃO DE TRIBUTAÇÃO SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 2.015, DE 26 DE SETEMBRO DE 2016 ASSUNTO: Imposto sobre Produtos Industrializados – IPI EMENTA:INDUS...
Receita Federal vai criar malha fina para empresas “Se não fizer a regularização, sofrerá a ação fiscal. Os sistemas estão sendo finalizados e já têm capacidade de entrar em produção em 2012”, disse. ...
PIS/ COFINS Receita disponibiliza versão de teste ... O Programa foi colocado previamente à disposição dos usuários na versão beta, para que eles possam conhecer com antecedência o aplicativo e efetuar te...
Desoneração da folha de pagamento será permanente,... Política que beneficia 56 setores será renovada, mas governo não atendeu ao pedido dos empresários de incluir novas áreas ainda esse ano BRASÍLIA -...
Como comprar importados pela internet É preciso cuidado, porém, para não se dar mal. Ao adquirir um produto estrangeiro, o comprador passa a ser caracterizado como importador e deixa de se...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *