Em 21/06/2017 a Receita Federal do Brasil publicou a Instrução Normativa – IN n. 1.711, regulamentando o Programa Especial de Regularização Tributária – PERT, instituído pela Medida Provisória n. 783/2017.

Essa IN estabelece que as empresas que aderiram ao programa anterior PRT, cuja MP não foi convertida em Lei, podem migrar automaticamente para esse novo parcelamento, bastando para isso, desistir formalmente do parcelamento anterior, aderindo na sequência ao PERT.

Esclarece ainda esta IN que os valores pagos no âmbito do anterior PRT serão automaticamente realocados no novo parcelamento.

Visivelmente, esse novo parcelamento traz em seu bojo, melhores condições em descontos de juros e multas, que o parcelamento anterior, com destaque para as empresas com débitos a serem parcelados de valor igual ou inferior a 15 milhões, tais como:

Pagamento à vista mínimo de 7,5% dos débitos, e, a partir de janeiro de 2018, quitação do saldo remanescente com compensação de crédito decorrente de prejuízo fiscal e/ou base negativa e/ou créditos de tributos federais:

  1. Compensação total com redução de 90% dos juros e de 50% das multas;
  2. Compensação parcial e, restante, em até 145 parcelas, com redução de 80% dos juros e de 40% das multas;
  3. Compensação parcial e, restante, em até 175 parcelas, com redução de 50% dos juros e de 25% das multas.

Fonte: Meira Neto e Nogueira

Veja Também

Novas regras para o Supersimples entram em vigor a... Indústrias querem correção do teto de declaração do IREntenda a mudança no Supersimples com novo limite de faturamentoEntre as principais mudanças est...
Veja seis erros no currículo que “dizem̶... Um dos objetivos do candidato deve ser que seu currículo seja fácil de ser lido e isso inclui o formato em que o arquivo é enviado É comu...
Dicas para acertar ao falar sobre você mesmo duran... Saiba como fazer uma boa apresentação pessoal e conquistar os recrutadores Durante a entrevista de emprego, vários aspectos de um candidato são anali...
Cai a exigência das certidões negativas nas Juntas... Desde ontem (11), as empresas estão dispensadas de apresentar nas juntas comerciais certidões negativas de débitos tributários, previdenciários e trab...
Nova Lei Trabalhista: tudo o que os empreendedores... Recentemente o congresso aprovou uma ampla reforma trabalhista. As mudanças foram sancionadas pelo presidente Michel Temer no último dia 13 de julho, ...
O papel da Due Diligence na avaliação de riscos do... Mesmo em um cenário de crise política e econômica, o mundo dos negócios segue aquecido com fusões e aquisições. Afinal, as empresas buscam aumentar su...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta