Mas atenção: para ser enquadrado nesta nova categoria de segurado facultativo é necessário atender aos seguintes requisitos:

1. não ter renda própria;

2. se dedicar exclusivamente ao trabalho doméstico;

3. desempenhar o trabalho doméstico em sua própria residência;

4. pertencer à família de baixa renda (inferior a dois salários mínimos mensais), inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico.

O pagamento da contribuição deve ser feito em Guia da Previdência Social (GPS), nos códigos 1929 (pagamento mensal) ou 1937 (pagamento trimestral), e o primeiro vencimento ocorreu em 17 de outubro de 2011.

Fonte: Notícias Receita Federal

Veja Também

A fórmula de sucesso do empreendedor em cinco pass... Em 2016, ultrapassamos a marca de 12 milhões de desempregados e isso desencadeia um número impactante na abertura de microempresas O ano começa e...
4 conselhos que vão ajudar você a fazer melhores e... Saiba como guiar seu negócio com sua própria cabeça Em algum ponto da vida precisaremos tomar nossas próprias decisões. Mas como ter certeza de que...
Sebrae avalia sustentabilidade nos pequenos negóci... “Hoje, sustentabilidade é um diferencial de competitividade em todo o mundo, principalmente sob o aspecto do marco legal, já que as certificações de q...
Trabalho: CLT amplia motivos que justificam a ausê... A Lei nº 13.257/2016 altera o artigo 473 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, que passa a vigorar acrescido dos seguintes incisos X e XI: "A...
AVISO PRÉVIO PROPORCIONAL PODE SER INTEGRALMENTE T... O aviso prévio proporcional, regulamentado pela Lei 12.506/2011, é uma garantia prevista ao empregado, em caso de dispensa sem justa causa. Ele deve s...
Negado pedido de pagamento de diferença salarial p... "O empregado, durante a sua jornada, utiliza a sua força de trabalho em benefício do empregador, que a explora dentro dos limites legais, podendo, reg...

Deixe uma resposta