Para que o novo tipo societário possa optar pelo Simples Nacional faz-se necessária alteração na Lei Complementar nº 123/2006.

Em função da criação de uma nova natureza jurídica, denominada “sociedade unipessoal de advocacia”, por meio da Lei nº 13.247, de 12/1/2016, que alterou a Lei nº 8.906, de 4/7/1994 – Estatuto da Advocacia, informamos que aquele que se inscrever nessa natureza jurídica não poderá optar pelo Simples Nacional, em virtude de não haver previsão legal no art. 3º da Lei Complementar nº 123, de 14/12/2006, o qual determina que serão consideradas microempresas ou empresas de pequeno porte “a sociedade empresária, a sociedade simples, a empresa individual de responsabilidade limitada e o empresário a que se refere o art. 966 da Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil)”.
Sendo assim, para que o novo tipo societário possa optar pelo Simples Nacional faz-se necessária alteração na Lei Complementar nº 123/2006.

Via Receita Federal

Veja Também

Boa contabilidade: a melhor defesa de uma empresa Mais do que nunca, as companhias precisam garantir que os seus lançamentos contábeis estão de acordo com a legislação vigente. Em julgamento rece...
4 conselhos do Google para impulsionar suas vendas A internet mudou a forma como vivemos e, principalmente, consumimos. Há hoje uma avalanche de produtos disponíveis apenas a um clique de distância. ...
Contabilidade é chave para inteligência empresaria... Abrir uma empresa e fazê-la prosperar não é uma tarefa simples em nenhum momento. É uma tarefa que demanda esforço, conhecimento e estratégia. Manter ...
Os cuidados que o MEI precisa ter ao acertar as co... Assim como qualquer contribuinte, o MEI também tem que prestar contas à Receita Federal. O empreendedor não precisa entregar a declaração anual de ...
CORONAVÍRUS: STF RECONHECE COVID-19 COMO ACIDENTE ... Ministros do STF decidiram que COVID-19 deve configurar acidente de trabalho para empregados que forem contaminados, flexibilizando necessidade de co...
Saiba quais são as fraudes mais comuns praticadas ... Ser demitido depois de anos de serviço na empresa não é uma sensação nada agradável para um trabalhador. Mas o pior para o vigilante João Batista foi ...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta