O mercado vem evoluindo dia a dia em todos os sentidos, empresas devem se reinventar a cada amanhecer, pois do contrário ficarão para trás, isso podemos dizer de maneira positiva, pois muitas poderão deixar de existir.

Não é drama é realidade, buscar mecanismos novos de gestão, realizar a gestão empresarial, tirar o foco exclusivamente do faturamento, administrar a empresa como um todo, conhecer detalhadamente os custos sejam eles fixos ou variáveis, mas o importante, no total.

Anda existem muitas empresas que definem seus preços de vendas baseadas no fator Mark-up, essa técnica muito útil deve ser utilizada quando não há qualquer controle a nível de resultados por parte da “gestão”, diante disso define-se um fator que multiplicado o custo do produto será suficiente para cobrir toda a estrutura da empresa.

Está correto?

Conceitualmente sim, porém, o mercado cada vez mais competitivo requer preços cada vez menores, ai se o produto for uma commodities esse mecanismo deve ser deixado de lado e ai entra a questão Margem de Contribuição.

Margem de Contribuição nada mais é que o resultado do preço de venda deduzindo os impostos somados a custos e despesas variáveis, com isso chegamos ao resultado da Margem de Contribuição, que é montante que irá contribuir para absorver os custos fixos da empresa, que também são de extrema importância serem devidamente controlados.

Com base na Margem de Contribuição é possível facilmente definir o valor a ser trabalhado em vendas e o limite para concessão de descontos, visto que com os números sob controle é possível saber se de fato vamos ou não estra ganhando na operação e quanto vamos ganhar.

Empresas hoje que não utilizam essa ferramenta, podem ate conseguir vender seus produtos, porém, podem no consolidado estar “amargando” sérios prejuízos.

Cada empresa tem suas particularidades, um estudo especifico deve ser realizado para definirmos a estratégia adequada a empresa.

Dessa vez digo: “Vale pensar e definir de forma rápida como agir.”

Fonte: contabeis.com.br

Veja Também

MP eleva imposto sobre ganho de capital para pesso... O governo enviou ao Congresso Nacional a Medida Provisória 692/15, que eleva a tributação dos ganhos de capital para pessoas físicas. A alíquota atu...
Fraude ou erro no reconhecimento da receita? Normatizado pela Resolução CFC 1.412/2012, cuja base assenta-se no Pronunciamento Técnico CPC 30 (R1) (International Accounting Standards – IAS 18 do ...
Empregados temporários: cuidados para a contrataçã... 2 – Contratar temporários apenas em caso de necessidade transitória de substituição de pessoal regular e permanente ou acréscimo extraordinário de tra...
Plano Brasil Maior deve elevar impostos para algun... Evelyn Moura, consultora tributária da Confirp Consultoria Contábil explica que o prejuízo acontece em casos em que o faturamento é alto, mas existem ...
Entenda como funcionam estes três tipos de substit... A Substituição Tributária, também conhecida como ST, é um mecanismo dos Governos Federal e Estaduais que visa evitar a dupla tributação e a evasão fis...
Contribuintes podem retificar declaração do IRPF a... Os contribuintes que precisam retificar a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2015 podem fazê-lo a partir das 8h de hoje (4). Quem não...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta