O mercado vem evoluindo dia a dia em todos os sentidos, empresas devem se reinventar a cada amanhecer, pois do contrário ficarão para trás, isso podemos dizer de maneira positiva, pois muitas poderão deixar de existir.

Não é drama é realidade, buscar mecanismos novos de gestão, realizar a gestão empresarial, tirar o foco exclusivamente do faturamento, administrar a empresa como um todo, conhecer detalhadamente os custos sejam eles fixos ou variáveis, mas o importante, no total.

Anda existem muitas empresas que definem seus preços de vendas baseadas no fator Mark-up, essa técnica muito útil deve ser utilizada quando não há qualquer controle a nível de resultados por parte da “gestão”, diante disso define-se um fator que multiplicado o custo do produto será suficiente para cobrir toda a estrutura da empresa.

Está correto?

Conceitualmente sim, porém, o mercado cada vez mais competitivo requer preços cada vez menores, ai se o produto for uma commodities esse mecanismo deve ser deixado de lado e ai entra a questão Margem de Contribuição.

Margem de Contribuição nada mais é que o resultado do preço de venda deduzindo os impostos somados a custos e despesas variáveis, com isso chegamos ao resultado da Margem de Contribuição, que é montante que irá contribuir para absorver os custos fixos da empresa, que também são de extrema importância serem devidamente controlados.

Com base na Margem de Contribuição é possível facilmente definir o valor a ser trabalhado em vendas e o limite para concessão de descontos, visto que com os números sob controle é possível saber se de fato vamos ou não estra ganhando na operação e quanto vamos ganhar.

Empresas hoje que não utilizam essa ferramenta, podem ate conseguir vender seus produtos, porém, podem no consolidado estar “amargando” sérios prejuízos.

Cada empresa tem suas particularidades, um estudo especifico deve ser realizado para definirmos a estratégia adequada a empresa.

Dessa vez digo: “Vale pensar e definir de forma rápida como agir.”

Fonte: contabeis.com.br

Veja Também

02/04/2012 – Começam a valer hoje novas regr...   Em 1º de junho, a obrigatoriedade entra em vigor para as empresas que exploram atividade agroeconômica. A partir de 3 de setembro, valerá para...
Refis da crise: prazo para informar ao Fisco começ... Empresas e pessoas físicas que aderiram às duas últimas reaberturas do chamado “Refis da Crise” terão os meses de setembro e outubro para definir e in...
Despesas médicas lideram erros cometidos nas decla... Quaresma esclareceu que mesmo que o contribuinte ajude os parentes, e pague o plano de saúde, se eles não estiverem como seus dependentes, essa despes...
Agora é lei! Trabalhador ganha três dias para faze... Funcionários podem faltar no trabalho sem descontos no salário para este tipo de procedimento Lei publicada nesta terça-feira (18) em edição extra ...
Identificar anotação judicial na CTPS gera dano mo... A ex-funcionária do restaurante ajuizou ação na qual postulou indenização por danos morais e materiais. Informou que em outra ação contra o mesmo esta...
Programa Gerador do Imposto de Renda 2015 é libera... O Programa Gerador da Declaração (PGD), por meio do qual os contribuintes devem preencher a Declaração de Imposto de Renda 2015, acaba de ser disponib...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta