Resultado de imagem para Ter um propósito faz toda a diferença

Entender onde se quer chegar é o primeiro passo para ter um negócio de sucesso.

vivo entre empreendedores há três anos. Gravo entrevistas, conheço empresas, frequento eventos. Ouço histórias, previsões e, algumas vezes, desabafos. Nesse tempo, conheci muitas empresas, de vários tamanhos, com as mais diferentes propostas. Algumas, de cara a gente sente que tem futuro. Reparei que, na maior parte delas, essa sensação é devido a um único motivo: senso de propósito.

Pode ser construir uma empresa de impacto social, mas pode ser melhorar a experiência do usuário em algum setor em que o atendimento é precário. Ou ainda, permitir que parte da população tenha acesso a um serviço que antes era impensável. O fato é que ter em mente qual o propósito do negócio torna o caminho mais claro e, assim, maior a chance de sucesso.

Não significa que será fácil. Porém, quando sabemos onde queremos chegar, definir qual será a trajetória a ser seguida fica mais simples. Isso serve para tudo na vida, como construir uma carreira profissional e também, que é o que discutimos aqui, como construir uma empresa.

Propósito pode ter inúmeras denominações: meta, objetivo, finalidade. Todo mundo tem o seu. Não existe técnica para definir um propósito. É algo pessoal, subjetivo. Nesse caso, um ponto é fundamental: cada um deve escolher o seu, fugindo de caminhos pré-estabelecidos, que podem parecer, num primeiro momento, única opção a ser seguida.

Pode parecer uma discussão um pouco abstrata, mas não ter o propósito em mente torna complicada a tomada de decisões para a empresa, definição das estratégias e, consequentemente, criação de ofertas de valor para o mercado.

Por exemplo, se o propósito é oferecer serviços bancários de qualidade para a população de baixa renda, quais os passos para atingir essa meta? É preciso usar tecnologia para criar uma solução? Quais serão as empresas parceiras? O caminho precisa ter a mesma direção, ainda que o objetivo não seja exatamente o mesmo. A equipe também faz parte dessa estratégia. Escolha colaboradores que tenham objetivo e valores relacionados com a finalidade da empresa.

Ter um propósito é cada vez mais importante. O consumidor está de olho e leva em conta os valores da empresa quando compra um produto ou utiliza um serviço.

Fonte: G1.globo.com

Veja Também

Prazo para pequeno contribuinte termina dia 29 Pela Lei do Refis - nº 11.941, de 2009 -, este grupo inclui empresas que não optaram pelo pagamento à vista de débitos com a utilização de crédito...
FÉRIAS: ALTERAÇÕES PROMOVIDAS PELA REFORMA TRABALH... Quais são as principais mudanças ocorridas na concessão das férias com a Reforma Trabalhista? A Reforma Trabalhista aprovada pela Lei nº 13.467...
As alternativas de contrato de trabalho Atualmente, vemos uma leitura equivocada sobre as formas de emprego existentes no País Em recente decisão, a 33ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte...
eSocial exige mudança de filosofia A obrigatoriedade para o eSocial vem se aproximando e, a partir de setembro de 2016, as empresas com faturamento superior a 78 milhões de reais no ano...
Simples Nacional: Principais alterações promovidas... O Comitê Gestor do Simples Nacional produziu um documento com as principais alterações promovidas pela Lei Complementar 147/2014. Segue abaixo, bem co...
Regras para cadastro do novo registro de ponto ele... O cadastro do Registro Eletrônico de Ponto – CAREP - é procedimento previsto no artigo 20 da Portaria 1.510/2009, onde os empregadores que utilizam es...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *