A Receita Federal divulgou na segunda-feira (17.9.2018), em seu site, que notificou mais de 700.000 empresas optantes pelo Simples Nacional de seus débitos previdenciários e não previdenciários com a Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) e com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN).

A contar da data de ciência da exclusão o contribuinte terá um prazo de 30 dias para a regularização da totalidade dos débitos à vista, em parcelas ou por compensação.

A comunicação de exclusão pode ser acessado pelo Portal do Simples Nacional ou pelo Atendimento Virtual (e-CAC), no sítio da Receita Federal, mediante certificado digital ou código de acesso.

Observe-se que, como os débitos com exigibilidade suspensa não motivam a exclusão do Simples Nacional, aqueles débitos incluídos no Pert-SN não constarão na citação da exclusão.

A pessoa jurídica que regularizar a totalidade dos débitos dentro desse prazo terá a sua exclusão do Simples Nacionalautomaticamente tornada sem efeito, ou seja, o contribuinte continuará no Simples Nacional não havendo necessidade de comparecer às unidades da Receita Federal para adotar qualquer procedimento adicional.

Aqueles que não regularizarem a totalidade de seus débitos no prazo de 30 dias contados da ciência serão excluídos do Simples Nacional com efeitos a partir do dia 1/1/2019.

Fonte: SpedNews

Veja Também

Até contribuintes mais comportados caem na malha f... Com nova tecnologia, Fisco investiga mudança no padrão de gasto, mesmo sem sonegação A tecnologia deu à Receita Federal uma poderosa ferramenta par...
Convênio com a União facilita a fiscalização do Im... Por: Gustavo Denis Centeno Biglia O cruzamento entre os dados fornecidos pela RFB e as informações sobre os pagamentos do ITCMD, via CPF do contrib...
O desconto do ICMS-ST nas operações interestaduais... O Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comun...
As alternativas de contrato de trabalho Atualmente, vemos uma leitura equivocada sobre as formas de emprego existentes no País Em recente decisão, a 33ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte...
Empregado que bate carro da empresa ao avançar via... O TRT-PR manteve decisão de primeiro grau que considerou legítimo o desconto de salário de um funcionário que bateu o carro da empresa, em Foz do Igua...
Demissão por justa causa: saiba os motivos e quand... As causas que originam a rescisão por justa causa estão elencadas na Consolidação das Leis do Trabalho - CLT Quando é aplicada a demissão por justa c...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *