Título do Tesouro Nacional que garante aposentadoria extra começa a ser negociado na B3

Compartilhe nas redes!

Valor inicial para investimento no Tesouro Renda+ é de apenas R$ 30, com período de acumulação de capital de 7 a 42 anos

O Tesouro Renda+ Aposentadoria Extra, novo título do Programa Tesouro Direto, começou a ser negociado nesta segunda-feira, 30/1,  na B3. O início das transações foi marcado pela tradicional cerimônia de toque de campainha na sede da bolsa, em São Paulo, e contou com a presença do secretário do Tesouro Nacional, Rogério Ceron; do subsecretário da Dívida Pública, Otavio Ladeira; do presidente da B3, Gilson Finkelsztain; e do diretor de Relacionamento com Clientes e Pessoas Físicas da B3, Felipe Paiva.

O Tesouro Renda+ Aposentadoria Extra, lançado pelo Tesouro Nacional em parceria com a B3 e com a extinta Secretaria de Previdência (Sprev), permite ao investidor planejar uma data para se aposentar e receber uma renda extra mensal pelo período de 20 anos. A renda, proporcionada pelo acúmulo de títulos ao longo dos anos, será corrigida mensalmente pela inflação, garantindo assim o poder de compra do investidor.

“O Tesouro Renda+ Aposentadoria Extra é um programa de educação financeira muito importante para ajudar as famílias a perceberem os benefícios que a poupança de alguma parcela da renda pode gerar no futuro”, ressaltou Ceron. “Com o avanço da idade, essa ação de poupar desde o início da vida laboral pode gerar um grande benefício em termo de renda extra”.

O caráter educativo do novo título também foi destacado por Otavio Ladeira como um dos principais objetivos do lançamento. “O Tesouro Renda+ tem o objetivo de garantir uma renda complementar para quem quer trazer qualidade e segurança para a sua aposentadoria. É um produto simples, para atender a todos e todas, em especial quem possui renda de até seis salários mínimos. É o Tesouro Nacional ajudando as pessoas, por meio do Tesouro Direto, a se prepararem para o futuro, além de trazer educação financeira para a sociedade brasileira”, enfatizou.

O valor investido será sempre devolvido em 240 prestações mensais que amortizam todo o fluxo investido no produto. O valor inicial para o investidor começar a investir no produto é de cerca de R$ 30. Já o período de acumulação de capital, que será a vida desse título, é de 7 a 42 anos, dependendo do vencimento escolhido pelo investidor. São oito datas de vencimento do título, de 15/01/2030 aa 15/01/2065, sempre com intervalos de 5 anos entre um título e outro.

“A pessoa precisa apenas saber quando pretende se aposentar e quanto quer receber por mês ao chegar lá. A partir dessas duas informações, nós calculamos quanto essa pessoa precisa contribuir por mês para alcançar a sua desejada segurança quando parar de trabalhar”, explica Ladeira.

Produto inovador

O presidente da B3, Gilson Finkelsztain, destacou o caráter inovador do programa: “Começamos nos últimos anos a ouvir falar de fracionamento de títulos, tokenização, chaves de segurança e outros termos. O Tesouro Direto já proporciona essas condições desde 2002. Por isso, não nos cansamos de dizer que o TD é um produto inovador no país e no mundo. Quero que a Secretaria do Tesouro Nacional tenha a absoluta convicção de que a B3 não medirá esforços para ampliar ainda mais o alcance do Tesouro Direto nessa parceria, seja em inovação, alcance e comunicação, tecnologia e segurança de sua plataforma. E, inclusive, na expertise e apoio para a construção de novos títulos públicos, como o RendA+”.

Neste título, a taxa de custódia da B3 será isenta para o investidor que carregar o investimento até a data de vencimento, com o limite de até seis salários-mínimos de renda mensal.  O investidor que realizar o resgate antecipado dos títulos no período inferior a 10 anos pagará taxa sobre o valor de resgate de 0,50% ao ano. Entre 10 e 20 anos, a taxa cobrada será de 0,20% a.a. Acima de 20 anos, 0,10% a.a. Além disso, não há cobranças de taxas semestrais, ou seja, o investidor só paga a taxa de custódia no momento do resgate que ocorrer antes do vencimento do título.

O RendA+ Aposentadoria Extra foi inspirado em estudos dos professores Robert Merton (Prêmio Nobel Economia 1997) e Arun Muralidhar, que introduziram o conceito de SeLFIES, (Standard-of-Living, Forward-starting, Income-only Securities), produtos financeiros que facilitam o processo de poupar para uma previdência complementar. Conforme o conceito, ele é acessível a qualquer pessoa, que pode determinar a quantidade de ativos que deseja adquirir, com taxas de retorno competitivas, de baixo custo e baixo risco.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um Programa do Tesouro Nacional desenvolvido para proporcionar a venda de títulos públicos federais para pessoas físicas. Lançado em 2002, o Programa surgiu com o objetivo de democratizar o acesso aos títulos públicos, fomentar a formação de poupança e ser instrumento de educação financeira.

Atualmente, conta com mais de dois milhões de investidores ativos e, no mês de outubro de 2022, alcançou pela primeira vez o patamar de R$ 100 bilhões de estoque. A emissão de títulos é 100% garantida pelo Tesouro Nacional. As negociações são realizadas pela internet e o valor mínimo de investimento é de aproximadamente R$ 30,00.

O produto oferece títulos com diferentes tipos de rentabilidade (prefixada, ligada à variação da inflação ou à variação da taxa de juros básica da economia – Selic), diferentes prazos de vencimento e diferentes fluxos de remuneração. Além disso, oferece liquidez diária e liquidação de resgate no mesmo dia, sendo a aplicação de menor risco de crédito do mercado.

Fonte : Gov

1/5 - (2 votes)

Preencha o formulário abaixo para entrar em contato conosco!

Últimos Posts:
Categorias
Arquivos

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Recomendado só para você
Não é difícil vermos por aí pessoas que trabalharam anos…
Cresta Posts Box by CP