Empresários que iniciaram recentemente o seu próprio negócio, em especial os micros empreendedores, ao ver o desenvolvimento de suas atividades e por necessidade vem à decisão de contratar o seu primeiro funcionário.

Apesar de ser um passo simples há sempre muitas incertezas e muito desconhecimento sobre o quanto definitivamente vai sair do bolso do empreendedor, e como muitos não tem um bom diálogo com o seu contador ou não possuir uma boa assistência do mesmo, acabam sofrendo sanções e/ou apertos desnecessários com a falta de conhecimento sobre as contratações.

Os custos de ter um funcionário possuem diversas variáveis, como o regime de contratação, classe sindical que a empresa está inserida e até mesmo o Regime tributário da Pessoa Jurídica no período, mas o essencial sempre estará presente nas contratações e que todo empresário deverá saber, nesse artigo estarei relacionando os mais diversos tentando deixar as ressalvas para o contador que os assiste melhor instrui-los.

Além do salário normal são custo de pessoal adicional como 8% de FGTS, Vale Refeição e Vale transporte são os primeiros a serem lembrados, o que muitos não contam é que também tem 20% INSS parte da empresa, 1/3 do salário de provisão de férias e 1/12 do salário de provisão do 13°, só até aqui já teríamos quase 70% a mais do salário normal, ou seja, para cada R$ 1,00 que você registre um funcionário como CLT sairia do bolso do empresário R$ 1,70.

Além dos descritos acima temos outros valores que somam os custos de pessoal em uma contratação, porém são variáveis em que não é possível definir uma porcentagem fixa pois depende de cada ramo empresarial como, por exemplo, do Terceiros da Folha, RAT, FAP e Sindicato Patronal.

Estimasse que para cada R$ 1,00 que se contrata um funcionário a empresa paga em média R$ 2,10 de custo total e muitos acabam tropeçando nesse passo ao formular suas contas e basear seus preços, sua margem ou até mesmo o seu custo.

Pode até parecer clichê um contador recomendar você buscar informações com o seu servidor contábil, mas não deixa de ser verdade, somente o profissional contábil que acompanha sua empresa poderá te informar qual é o custo que você tem ou poderá ter ao realizar contratações de funcionários, pois como dito no inicio desse texto há muitas variáveis a serem trabalhadas e um bom contador poderá te orientar sobre as melhores formas de como tratar essa questão.

Opinião do Autor: Pessoalmente já vi pequenas empresas quebrarem ou terem muitos prejuízos quando é chegado o momento de contratar funcionário, de todas as vezes pelo motivo de que o empresário não sabia com clareza os custos ao fazer essa contratação, importante ter sempre um bom contador para acompanhar em todas as questões relacionadas ao seu empreendimento para que não tenha surpresas com o tempo e que em questões como essa não impeçam o desenvolvimento da sociedade ou empresa.

Fonte: Spednews

Veja Também

Seguras e livres de imposto de renda LCI e LCA têm liquidez diária após 90 dias e cobertura garantida até R$ 250 mil Fazer o dinheiro render com risco próximo a zero, taxas superi...
Veja como fazer a declaração de rendimentos do Emp... Como Célia, os empreendedores por conta própria que formalizaram suas atividades como Empreendedor Individual têm até o dia 29 deste mês de janeiro pa...
10 passos para organizar as finanças em caso de de... Frente ao crescimento assustador dos índices de desemprego, é imprescindível falar sobre como o brasileiro deve agir, caso esse problema o atinja. Pro...
Aumento do teto do Simples ficará só para 2017, se... Com mudanças no regime de tributação, Receita Federal estima perdas de R$ 12,7 bilhões em 2017 e de R$ 16,1 bilhões em 2018 em arrecadação; para Seb...
Como a contabilidade pode ajudar a lidar com a ina... A inadimplência é um problema conhecido pelos mais variados tipos de negócio. Oscilações e instabilidade na economia do país podem influenciar a capac...
Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) Prazos e periocidade dos exames médicos O Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) tem a importância de proteger a saúde do trabalh...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *