Empresários que iniciaram recentemente o seu próprio negócio, em especial os micros empreendedores, ao ver o desenvolvimento de suas atividades e por necessidade vem à decisão de contratar o seu primeiro funcionário.

Apesar de ser um passo simples há sempre muitas incertezas e muito desconhecimento sobre o quanto definitivamente vai sair do bolso do empreendedor, e como muitos não tem um bom diálogo com o seu contador ou não possuir uma boa assistência do mesmo, acabam sofrendo sanções e/ou apertos desnecessários com a falta de conhecimento sobre as contratações.

Os custos de ter um funcionário possuem diversas variáveis, como o regime de contratação, classe sindical que a empresa está inserida e até mesmo o Regime tributário da Pessoa Jurídica no período, mas o essencial sempre estará presente nas contratações e que todo empresário deverá saber, nesse artigo estarei relacionando os mais diversos tentando deixar as ressalvas para o contador que os assiste melhor instrui-los.

Além do salário normal são custo de pessoal adicional como 8% de FGTS, Vale Refeição e Vale transporte são os primeiros a serem lembrados, o que muitos não contam é que também tem 20% INSS parte da empresa, 1/3 do salário de provisão de férias e 1/12 do salário de provisão do 13°, só até aqui já teríamos quase 70% a mais do salário normal, ou seja, para cada R$ 1,00 que você registre um funcionário como CLT sairia do bolso do empresário R$ 1,70.

Além dos descritos acima temos outros valores que somam os custos de pessoal em uma contratação, porém são variáveis em que não é possível definir uma porcentagem fixa pois depende de cada ramo empresarial como, por exemplo, do Terceiros da Folha, RAT, FAP e Sindicato Patronal.

Estimasse que para cada R$ 1,00 que se contrata um funcionário a empresa paga em média R$ 2,10 de custo total e muitos acabam tropeçando nesse passo ao formular suas contas e basear seus preços, sua margem ou até mesmo o seu custo.

Pode até parecer clichê um contador recomendar você buscar informações com o seu servidor contábil, mas não deixa de ser verdade, somente o profissional contábil que acompanha sua empresa poderá te informar qual é o custo que você tem ou poderá ter ao realizar contratações de funcionários, pois como dito no inicio desse texto há muitas variáveis a serem trabalhadas e um bom contador poderá te orientar sobre as melhores formas de como tratar essa questão.

Opinião do Autor: Pessoalmente já vi pequenas empresas quebrarem ou terem muitos prejuízos quando é chegado o momento de contratar funcionário, de todas as vezes pelo motivo de que o empresário não sabia com clareza os custos ao fazer essa contratação, importante ter sempre um bom contador para acompanhar em todas as questões relacionadas ao seu empreendimento para que não tenha surpresas com o tempo e que em questões como essa não impeçam o desenvolvimento da sociedade ou empresa.

Fonte: Spednews

Veja Também

Lei das Domésticas – penalização para empreg... As penalidades para quem não se adaptar à Lei das Domésticas passarão a vigorar a partir do dia 7 de agosto. A lei já está em vigor fazendo com que o ...
Não incide ICMS na importação de bens por pessoa f... Acontece que a Súmula 660 do Supremo Tribunal Federal diz que não incide ICMS na importação de bens por pessoa física ou jurídica que não seja contrib...
5 sinais de que seu negócio não terá sucesso A partir da década de 90, houve um crescimento de empreendedores no Brasil. Motivados em grande parte por demissões, muitas pessoas que possuíam anos ...
A Comunicação e a Pequena e Média Empresa O resultado de tantas demandas é que nem sempre dá para salvar todas as mocinhas (ou áreas da empresa) que estão em perigo. E a negligência pode ser f...
e-Social: Novo sistema assusta empresas Dessa vez, o sistema estabelece o envio de forma digital por parte das empresas das informações cadastrais de todos os empregados. O sistema vai subst...
Motivação de equipes é o grande desafio para empre... As empresas que perceberam isso estão procurando adotar técnicas diferenciadas para manter a produtividade de forma quantitativa e qualitativa. A espe...

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *