7 ensinamentos do esporte para a liderança corporativa

Compartilhe nas redes!

 7 ensinamentos do esporte para a liderança corporativa

líder motivacional, mas ficou marcada na história do futebol por um filósofo do campo.

Antes de alcançar um dos postos mais vitoriosos da história do futebol mundial, Cafú, capitão do pentacampeonato brasileiro em 2002, foi reprovado em 8 seletivas para ingressar em um clube, lá na base, e não desistiu.

O ex-jogador conta que, toda vez que voltava para casa após mais um resultado negativo, escutava a tal frase do pai.

RESILIÊNCIA E PERSISTÊNCIA

Ensinamentos esses que não valem só para o mercado do futebol, mas que podem ser facilmente aplicados.

Como lideranças nos deparamos com desafios diariamente. Nós reconhecemos, mas não lidamos bem com os erros dos outros nem com os nossos. Muitas vezes agimos como o meio.

Por muito tempo, por isso, acreditava-se que um nome líder era autoritário, rígido e forte nas suas opiniões.

Mas o que o esporte tem nos ensinado é que podemos ser flexíveis e ao mesmo tempo determinados, incluindo a opinião da equipe, sem deixar de emitir e debater sobre a nossa própria.

“Dá autonomia de tomada de decisão”, garante Fábio Faborges, atleta de alta performance do esporte paralímpico.

FOCO NO RESULTADO E TRABALHO EM EQUIPE

Talvez um dos maiores benefícios seja perceber o valor da construção coletiva para alcançar as metas estipuladas.

O esporte pode até ser praticado individualmente na competição, mas existe um time grande envolvido para que isso seja possível. Como uma apresentação para a diretoria, por exemplo.

Você, enquanto líder, pode ir sozinho, mas leva o resultado de um grande trabalho coletivo desempenhado pela a área que é responsável.

“O esporte traz uma visão integrada em que o sucesso é fruto de construções coletivas organizadas coletivamente”, afirma João Vicente, consultor financeiro.

ESTAR PRESENTE

Distrações são temidas por todo líder, inclusive, para ele próprio. Se um nadador for consumido pelos pensamentos, perde a posição.

São milésimos de segundo que separam o primeiro do último concorrente em uma competição.

Por isso, o hiperfoco e o controle mental são essenciais para um bom líder e, sobretudo, para um bom profissional.

RESULTADO É ESTRATÉGIA E É TREINO

Enquanto seres humanos temos uma tendência ao imediatismo. Somos julgadores em medir o tempo e a performance do mercado apenas diante da nossa ótica.

Nenhum esportista se tornou campeão jogando apenas uma vez. Nem sempre ganha só quem marca a cesta ou o ponto, mas quem sabe defender também.

É preciso se fortalecer na estratégia e entender que faz parte do processo. Assumir metas irreais, por vontade própria, pode ser devastador para o seu negócio.

Uma empresa não é uma ilha, ela se conecta com um mercado vivo e atento, tanto quanto os profissionais da sua empresa. Por isso, é preciso muito estudo e muitas análises até que se consiga chegar ao resultado esperado.

BEM-ESTAR EMOCIONAL

Descobrimos recentemente a importância de se equilibrar a quantidade de trabalho com os cuidados da mente, das emoções, com as atividades pessoais. Entendemos que um profissional bom é um profissional saudável.

E um bom líder sabe valorizar isso tudo. recentemente, muitos esportistas interromperam suas participações em competições dos sonhos por não apresentarem um estado emocional equilibrado.

Simone Biles, ginasta americana premiada, foi uma das primeiras a reconhecer e sair das Olimpíadas, mesmo diante do favoritismo.

“Os benefícios são diversos, só o fato de ter uma rotina te faz ter disciplina facilitando muito o cotidiano, a qualidade de vida é imensurável a atividade física trabalha corpo, alma e mente e isso é pra vida de todos não apenas do atleta profissional”, garante Faborges.

CONFIANÇA

Há muitos fatores que podem descredibilizar um líder. Um mercado desaquecido, uma concorrência mais agressiva, equipe desmotivada, empresa com cobranças excessivas.

Mas o esporte mostra que a motivação faz muita diferença para encarar os problemas.

Torna-se um líder capaz de buscar novas soluções para um produto, ter soluções diferentes dos concorrentes (seja em qual âmbito for), treine seus liderados ou encontre mecanismos de se apoiarem entre pares, propõe novos programas.

Um profissional que recupera a sua autonomia faz a diferença na equipe corporativa assim como no esporte. Quem não se lembra do 7 x 1 que o Brasil levou da Alemanha na Copa do Mundo, realizada aqui, em território nacional? Abalados, os jogadores não conseguiam desempenhar lances tidos como básicos. E o pior, nem o líder conseguiu recuperar a sua autoconfiança.

Foto: Md Mahdi na Unsplash

OLHAR CRÍTICO E ACOLHEDOR

Agir com transparência. Torna-se inspiração. Ao agir com ética, sem mentir sobre as dificuldades, valorizar os pontos positivos, te permitirá, enquanto líder, demonstrar empatia e segurança.

No esporte, não há como esconder o resultado. Ganhou medalha? Venceu o adversário? E na empresa também não se deve haver segredos, para não dar margens para interpretações erradas e para que a mensagem da empresa seja uma só, ainda que o cenário seja desafiador.

Mas é importante também reconhecer os pontos positivos, os avanços do time e os seus também. Resultados ruins não serão para sempre ruins. Habilidades podem ser adquiridas. É preciso estar atento e reconhecer os caminhos.

“Não há jogo ganho nem jogo perdido. É preciso treinar e analisar com detalhes, entendendo os pontos fortes que te levarão a grandes conquistas”, afirma Vicente.

POR QUE IMPORTA?

Uma pesquisa recente da Gallup revela que um líder tem influência de até 70% no engajamento dos funcionários com o negócio. Por isso, aprimorar as técnicas de uma boa gestão pode ter um resultado decisivo no futuro de uma empresa.

Fonte: StartSe 

Leia tembém:

Classifique nosso post [type]

Preencha o formulário abaixo para entrar em contato conosco!

Últimos Posts:
Categorias
Arquivos

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Holding patrimonial e tributação

Holding patrimonial e tributação aborda questões relacionadas à compra e venda de imóveis e sua implicação tributária. Quando outros fatores se somam, como o imóvel ser

Recomendado só para você
Descubra como o conceito de pró-labore se aplica aos Microempreendedores…
Cresta Posts Box by CP