Se você leu o título respeitando a vírgula, começa a entender que o momento que estamos vivendo é surreal, aterrorizador e apavorante.

Situações de crise são propícios para se fazer muita burrada. Alguns entram em desespero e ficam num estado de cegueira funcional. Inclusive fazendo vista grossa na análise de crédito de novos clientes. Vender só é legal quando você recebe. Outros ficam atrapalhados sem saber o que fazer e toda decisão que toma se dá como errada. Digo isso por experiência própria, pois já perdi mais de 1 milhão entre dívidas, prejuízos e quase um casamento, podendo te dizer com propriedade: mantenha-se calmo, pois o momento é de extrema urgência. Tome decisões com as quais esteja preparado para o resultado. Em um ano que estamos tendo que trabalhar o dobro para termos o mesmo resultado de anos anteriores, não é de admirar as movimentações que estamos vendo no cenário empresarial. Quem está fracassando como empreendedor, está em busca de arrumar um emprego que garanta seu mês, quem perdeu o emprego, está tentando o empreendedorismo de forma que não sinta a perda de salário.

Quanto aos empreendedores é interessante o que vem acontecendo. Quem vende varejo, está entrando no online. Quem está online, busca representante de vendas. Quem vende no atacado, está indo para o varejo.

Todos em busca do eldorado perdido. Veja bem, não digo que estão errados ou certos. E apesar de acreditar que muitas vezes, fazer nada, também é uma estratégia, agora é hora de se mexer mesmo.

Chacoalhar as estruturas. Enxugar lágrimas e custos a qualquer custo. Desde que, óbvio, que esses cortes não sejam percebidos por seus caríssimos e estimados clientes. Entre os principais, seria comprometer a qualidade do seu produto ou serviço. Erro de amador. Não é hora de ser bonzinho. Vamos ser francos, quem de nós trabalha a empresa de maneira profissional? Usar o sobrinho que vive na internet para criar suas ações de marketing é tempo perdido. Colocar a mãe para cozinhar no seu restaurante também é. Chega de remendos. Temos que parar com esse amadorismo petrificante.

Tenho obtido resultados animadores com a profissionalização dos serviços que presto e que me prestam. Confesso que também vivia tentando fazer sucesso com gambiarras. Como diz o Abílio, economia na base da porcaria custa caro.

É questão de estratégia. Agora é a ocasião de você se provar se é empreendedor de verdade. Aconselho você a focar no seu talento. Eu deixei as vendas e fui cuidar da gestão da empresa. Esse foi um dos motivos de ter quebrado. Ter largado o meu maior talento que é vender. Vender é o que tem pagado minhas contas.

Ficar reclamando não muda a situação da sua empresa. Atitudes que se dão por certas, sim. Inovar em favor do cliente. Em coisas que ele realmente dê valor e valorize comprar de você.

É hora de aprender com os erros dos outros, com os meus que estão no livro Quebrei e outros tão bons quanto. Converse com empresários mais experientes, eles têm muito o que nos ensinar.

O que você não sabe de antemão para poder se precaver, o mercado te ensina, porém, o preço a se pagar é alto, muito alto.Estamos sofrendo, mas estamos juntos. E se a uva passa, até essa crise vai passar.

Via Jornal Empreendedor

Veja Também

Auxílio emergencial é isento de IR? 9 respostas so... SÃO PAULO – O período para fazer a declaração do Imposto de Renda de 2021 ainda nem começou, e uma das principais novidades desse ano já está gerando...
Viagem internacional: como restituir imposto sobre... Para o advogado, mestre em Direito e especialista em tributos, Edson Pinto, a restituição é bastante justa, pois o imposto recolhido pelo governo é di...
Você vive para trabalhar ou trabalha para viver? Antes as pessoas largavam tudo para aproveitar uma boa oportunidade profissional, hoje a busca é por mais equilíbrio Até alguns anos atrás, profiss...
IMPOSTO DE RENDA: 8 DICAS PARA FACILITAR A ENTREGA... Apesar da quarentena, contribuintes devem ter atenção ao declarar o Imposto de Renda 2020; Especialista dá dicas. A maior mudança tributária deste...
Como é difícil ser honesto As confusões com o Simples Doméstico escancaram as dificuldades que o Estado impõe ao cidadão que quer cumprir as leis No Brasil, tudo é complicado e...
Receita exigirá mais informações do contribuinte n... A Receita Federal vai exigir mais informações sobre os bens dos contribuintes no próximo ano. Além disso, será preciso informar o CPF de dependentes d...

Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.